ago 18, 2015
Tamy

Minha experiência com Roacutan / isotretinoína – 3 meses

Acabo de encerrar o terceiro mês do tratamento com Roacutan / Isotretinoína e encerrei também o tratamento.

Minha dosagem aumentou no último mês, passei a tomar 20mg (1 comprimido) em um dia e 40mg (2 comprimidos) no dia seguinte. Significa que tomei duas caixas no último mês. Isso foi possível porque meus exames de sangue, rins e fígado estavam bonitinhos. Além disso meu colesterol estava bem baixo e esta foi um jeito de acelerar o tratamento e encerrá-lo antes do tempo.

O previsto inicialmente foram 4 meses, mas com muita disciplina, exercícios e cuidados consegui fechar com 3 \o/

Veja os posts anteriores para conferir as fotos do início do tratamento:

• Minha experiência com Roacutan / isotretinoína – 15 dias – início
• Minha experiência com Roacutan / isotretinoína – 1 mês
• Minha experiência com Roacutan / isotretinoína – 2 meses

Quando fui ao médico para a consulta achei que enfrentaria um quarto mês com os 40mg. Estava um pouco chateada porque com a dose maior os efeitos colaterais ficaram bem mais acentuados e não foi fácil viver em julho/agosto. Mas antes da sofrência tomar conta, vamos conferir os resultados.

Resultado – 3 meses de uso Roacutan / isotretinoína (dose 40mg/20mg)

Desde o último post não tive lesões significativas. Apenas uma pequena espinha no nariz, que sumiu sozinha em dois dias. Nada parecido com o que eu tinha no início do tratamento.

Pela primeira vez desde os 11/12 anos eu vi meu queixo como ele é. Descobri até que tem uma voltinha embaixo dos lábios 😛 Isso parece um pouco exagerado, mas olhem vocês mesmas nas fotos anteriores. Meu queixo estava permanentemente com lesões que deformavam o formato. Como eu cutucava querendo melhorar a aparência, o coitado estava sempre inchado! Ainda tenho dois carocinhos das lesões de maio (!!!) que devem desaparecer com o tempo (dá para ver no queixo na foto abaixo).

Ainda tenho alguns pequeninos cravos no nariz, mas faço de conta que eles não existem. O resto do rosto, couro cabeludo e corpo estão sem acne há bastante tempo. A caspa não voltou e a oleosidade também não.

O que restou após este terceiro mês de tratamento foram muitas marcas e manchas, mas falarei delas daqui a pouquinho.

Efeitos colaterais – 3 meses

Com a dose de 40mg em um dia 20mg no outro, a coisa ficou bem feia para o meu lado. Os efeitos colaterais clássicos como o ressecamento de mucosas, piorou muito. Meus olhos ardem, preciso aplicar soro nas narinas constantemente e Bepantol nos lábios o tempo todo.

O ressecamento destruiu meus cabelos. As pontas ficaram tão secas que não dava para modelar fazendo escova e quando eu passava algum tipo de óleo, em meia hora ele desaparecia sem fazer efeito. Diante do quadro da dor, optei por assumir o curtinho novamente e eliminar as pontas danificadas. Agora estou fazendo umectação com óleo de coco para preservar o que sobrou (conto mais aqui).

Mas não foram só as mucosas e os cabelos que ficaram secos. As mãos e os pés sofreram muito. Tenho o hábito de usar sapato sem meia, mas os pés ficaram tão sensíveis que eu sentia dor com o atrito da palmilha. A pele das mãos e das pernas ficou tão sensível que eu passei o mês inteiro cheia de feridas e hematomas. Qualquer batidinha abria um pequeno ferimento. 🙁

As dores no corpo e o cansaço aumentaram muito. As articulações sofreram e passei a ter um quadro de fascite plantar. Isso é muito chato, pois só apoiar os pés no chão é suficiente para sentir dor.

Como me sinto cansada, estou com dificuldades para fazer as cinco mil coisas que sempre fiz. Aí fico frustrada e um pouco ansiosa. Nada perto da depressão que algumas pessoas relataram, mas comi alguns pacotes de Negresco e Fandangos para tentar resolver isso. 😛

Resultados dos exames

Quem toma Roacutan precisa fazer exames regulares para ver como estão os rins e o fígado, que são muito exigidos no tratamento. É comum o colesterol ir lá no alto e isso me deixava um pouco preocupada.

Como falei, estava comendo algumas bobagens para conter a ansiedade e a frustração. Isso me deixava com remorso (não queria aumentar o colesterol) e para compensar eu passei a aumentar a dose de exercícios. Ía com muito sofrimento e me arrastando, mas mesmo assim consegui manter 3 dias de musculação (forte) e pelo menos 3 dias de caminhadas (pelo menos 5km) na semana.

Isso ajudou tanto que me colesterol ficou excelente, tudo certinho! Os outros exames também tiveram resultados excelentes. UFA!

Finalizando o tratamento

Ontem fui ao médico e ele decidiu encerrar o tratamento com Roacutan / Isotretinoína. Agora irei usar um gel que irá tratar as marcas e manchas que restaram após anos de acne.

Farei novos posts mostrando o progresso e falando da redução dos efeitos colaterais que ainda devem persistir por pelo menos um mês.

Mesmo com as dificuldades, estou muito satisfeita e faria tudo novamente se fosse preciso. Só de pensar que eu não sabia como era eu próprio queixo eu fico chocada! Apesar de ter esperado até os 32 anos para tratar o problema, acho que foi no tempo certo. Um medicamento tão forte exige maturidade para cuidar da alimentação, dos exercícios, do filtro solar, dos 3 litros de água que é preciso beber, além de exigir um pouquinho de coragem na hora de cortar o cabelo ou abrir mão do vinho. Eu não tinha responsabilidade para tudo isso aos 22 anos.

Estou feliz e agora me preparo para cuidar das marcas que a acne deixou.

Se você sofre com esse problema e acha que está pronta para lidar com as dificuldades do tratamento sem pirar, recomendo muito. Senão, há outras formas de tratamento que podem ajudar. Procure um dermatologista 🙂

7 Comments

  • Tive acne grau III no rosto. Fiz tratamento com isotretinoína por aproximadamente UM ANO, 30mg por dia. Isso já faz 12 anos, mas não consigo me lembrar de todos esses efeitos colaterais e cuidados…

    Só lembro da boca, que ressecou DEMAIS, e eu resolvia com uma pomadinha manipulada que ganhei de uma amiga (não faço ideia da fórmula), depois passei a usar nebacetim (até comentei num post seu no insta e vc me disse pra cuidar, lembra?), e o cabelo – que hoje eu lavo todo dia – achava o máximo que pudesse ficar uma semana sem lavar.

    Mas eu era adolescente, minha alimentação era UÓ, não bebia frequentemente, mas era completamente sedentária, lembro de ter feito apenas um exame de sangue nesse período… As únicas recomendações que lembro era: engravidar de jeito nenhum.

    Há uns 2 anos comecei a me incomodar com espinhas de novo, mas antes de voltar pra isotretinoína o dermato quis tentar com cremes. Não adiantou. Por conta própria, troquei o anticoncepcional e acabou resolvendo. To ciente do que se fala a respeito deles também, mas ainda não consigo abrir mão do conforto do ciclo regulado 🙁

    Beijos.

  • Guria, fico muito feliz por ti! Deve ter sido um passo importante na tua vida, mas que vai fazer uma baita diferença no futuro!

  • A pele ficou ótima! Acho bem bacana suas postagens “gente como a gente”, imagino que você tenha influenciado positivamente muitas pessoas com seus posts sobre o tratamento.

    Beijos

  • Eu creio que, mesmo com 25 anos, não possuo todo amadurecimento para esse remédio, tem que ter muito cuidado com ele realmente.

  • Oi Tamy. Resolvi escrever para falar da minha experiência com o Roacutan. Tomei quando eu tinha 15 anos (hoje tenho 31!) e foi a melhor coisa que fiz. Primeiro, porque não tinha chance de engravidar (nem namorado eu tinha), Segundo, porque eu era nova e não tinha os 1000 problemas que eu tenho hoje (problemas de velhice mesmo, rs). Claro que tem que ser disciplinada, tomar água, hidratar os lábio etc. Na época o único efeito colateral que tive foi o ressecamento dos lábios mesmo. Não lembro de outro. Minha pele ficou perfeita té uns 25 anos, mais ou menos. Depois a pele foi ficando oleosa de novo, mas nada grave. Agora, com 31 anos, estou voltando a ter acne. Não sei se é por conta do anticoncepcional que estou tomando… Minha dermato me passou dois cremes (com ácidos) como tratamento e agora além de espinhas, eu fico com o rosto vermelho, irritado e coçando. Estou cogitando tomar Roacutan novamente. Na época foi a única coisa que resolveu meu problema.

  • Tamy, como você conseguiu que o médico te passasse esse tratamento tão curto? Vou começar o tratamento agora e minha dermatologista me disse que o tempo mínimo de tratamento é de 6 meses. Acompanhei todo o seu tratamento, a minha acne é praticamente do mesmo grau que a sua, não tem uma extrema gravidade, e ele me receitou começar já com 40mg diárias… Estou assustada, temo que possa ser muito agressivo :/

    • Ele tinha proposto 5 meses, mas como eu fiz tudo direitinho e os resultados foram melhores que o esperado não foi preciso.
      Se você está em dúvida quanto ao tratamento e tiver a possibilidade de buscar outra opinião, procure outro médico.
      O tratamento é agressivo demais para você aceitar sem ter absoluta certeza do que está fazendo.
      Tenho outra amiga que também fez tratamento curto, então… é possível 🙂

      Espero que dê tudo certo! Me conta depois?

      bjs

publicidade

Histórico de posts