Browsing articles in "Plus Size"
jun 14, 2013
Tamy

Chica Bolacha e os tamanhos plus size

Vocês andam vendo alguns posts da Tamy sobre a nossa queridinha Chica Bolacha, mas ainda não falamos sob o ponto de vista plus size. Eu escrevi sobre a variedade de tamanhos pro Blog Mulherão no ano passado, mas apenas nesse ano tive a oportunidade de visitar a loja física da marca, por estar morando fora do país.

Prestei uma visitinha agora em maio e tirei algumas fotos com roupas da loja. Além disso, aproveitei e já fui modelo para a marca novamente 🙂 Confiram algumas das peças favoritas:

maio 23, 2013

O ruivo da Litha

Peça a uma louca por cabelos pra falar sobre o seu cabelo e seu pedido será prontamente atendido!

Pra começar, uma foto do meu cabelo virgem (a foto é de 2003 e eu não vejo a cor original dele desde 2004).
Quem me conhece há mais tempo, sabe que eu já tive cabelo de tudo que é cor. A minha média de troca de cor por ano (de 2005 a 2011) é de 2.85 (ou seja, quase 3 cores por ano).

Como dá pra ver, em 2010-2011 eu exagerei “só um pouquinho”. Em novembro pintei de ruivo e decidi deixar ele em paz. Ele estava extremamente danificado. Meu cabelo nem sequer crescia mais há um bom tempo, pois as pontas quebravam antes que ele pudesse ganhar comprimento. Estava há horas querendo um cabelão longo, então comecei uma jornada para recuperá-lo. Aboli completamente trocas de cor, secador de cabelo, chapinha e baby liss.

Meu cabelo é naturalmente crespo, mas com tanta química ele se tornou disforme, uns pedaços lisos, outros ondulados, a raiz mais crespa… O quadro da dor. Juntei a necessidade de domá-lo com a minha paixão por cabelos retrô e adotei a técnica do pin curling (segui esse tutorial). O bom do pin curling é que não danifica em nada o cabelo, pois não necessita de calor.

Mantive essa disciplina até agosto de 2012, quando vim para a Europa e acabei deixando meus grampos de pin curling no Brasil, devido ao espaço reduzido na minha mala. A partir de então, acabei tendo que voltar pros métodos com calor. Mas o tempo que eu dei ao cabelo foi o suficiente, pois ele cresceu e ficou muito mais saudável.

No momento eu tenho usado a chapinha para fazer cachos, pois os meus naturais nunca mais voltaram (ô dó! adoro um cabelo crespo!). Se vocês quiserem faço um tutorial uma hora dessas 😉

Quanto à tinta, estou usando uma de farmácia mesmo. Toda ruiva falsa passa por 1 milhão de tonalidades antes de achar a sua, não é verdade? Eu testei várias tintas e acabei encontrando a L’Oreal Feria 7.4 (acho que não vende no Brasil, infelizmente).

Acho que é a primeira vez que fico fiel a algum ruivo. A tinta original era pra ser mais cobre, mas no meu cabelo fica um pouquinho mais escura e menos laranja. Eu gosto do resultado final mais do que a cor da caixinha, na verdade.

Uma caixinha só não daria para tingir meu cabelo inteiro. Eu uso apenas uma, da seguinte forma: encho de tinta na raiz, e o que sobra eu passo aleatoriamente pelo resto do cabelo. Eu gosto do efeito que dá, fica com uns reflexos mais claros sem ficar com “listras”, além de que danifica menos do que se eu pintasse ele inteiro todas as vezes.

Espero ter matado a curiosidade de vocês 😀 . Quem aí foi ou é ruiva de farmácia também?

maio 13, 2013

Look da Litha: calça estampada em mulheres plus size

Hoje é dia de causar! Peguei a minha “bundona” 😛 e coloquei numa calça estampada como se não houvesse amanhã (leia este post para entender). Aviso de antemão que comentários falando que ela engorda não serão respondidos porque estarei ocupada bocejando 😀 (mas gente, é piadinha, vocês tem toda a liberdade de odiar o look, tá?).

• Calça, regata e blazer: Primark
• Colar e sapato: C&A
• Carteira: Mezzo Porto

“When it comes to dressing myself, I live by a very simple principle. I am fat, therefore, (…) I look fat in everything; consequently, I can wear anything.” – Kim Selling

abr 26, 2013

Look da Litha – Transparência

Demorei para postar look porque estava sem ninguém para tirar fotos pra mim. Felizmente minha amiga Sanna se prontificou a me ajudar hoje com essas fotos. Sanna, se você estiver lendo isso com o tradutor do Google, muito obrigada!

Finalmente é primavera aqui em Londres, apesar da luminosidade da foto sugerir o contrário. Meia estação é a minha época favorita do ano, me sinto bem mais criativa com os looks. A Primark tá cheia de camisas transparentes e eu me apaixonei. Além de sempre ter sido fã de transparência, é muito legal colocar de fora as tatuagens que normalmente ninguém enxerga.

Camisa: Primark
Calça: Forever 21
Blazer: Primark
Bota: Zara
Colar: Lo-litha
Pulseira: Lo-litha
Bolsa: Accessorize

abr 17, 2013
Tamy

Customizando camisetas e regatas quando elas ficam largas

Sabe quando você adora aquela camiseta mas, por algum motivo do destino, ela fica larga em você? Eu tinha essa e não queria aposentá-la de jeito nenhum, mas a maneira como ela ficava larga em mim não estava me fazendo feliz. Tomei coragem para customizá-la (crente de que faria porcaria), mas acho que o resultado ficou bastante interessante 🙂

Eu apenas cortei um pedaço da lateral (o corte na realidade está reto, mas tirei a foto depois de ter usado o nó por algumas horas, então já estava amassado…) e fiz um nó. Sugestão de look: com um simples jeans ou com mini saia (looks com ela em breve!).

E vocês, têm coragem de passar a tesoura e customizar suas camisetas e regatas?

Páginas:«1234567»

publicidade

Histórico de posts