Browsing articles in "Dicas"
mar 20, 2014
Tamy

Curtindo o Outono em Porto Alegre

O Outono é uma das estações mais gostosas para curtir Porto Alegre sem derreter no calor ou ficar presa ao sofá, morrendo de preguiça de sair de casa por causa do frio.

Atrações não faltam, culturais ou gastronômicas, com valores para todos os bolsos. Escolhi três eventos para curtir Porto Alegre enquanto as folhas amarelam e mudam o colorido da cidade.

The Beatles Day

A Cidade Baixa recebe o Beatles Day neste sábado 22/03 com 12 horas de cultura beatle. Vai ter cinema de rua com o filme A Hard Day’s Night, palestras e até pratos especiais inspirados no quarteto de Liverpool.

O evento é gratuito e encerra com um show da Cachorro Grande tocando Beatles.
Nos encontramos lá? (mais informações aqui)

Sebastião Salgado – Genesis

A mostra Genesis com 250 fotos de Sebastião Salgado está agitando a capital gaúcha e faz parte do 7ª edição do Festival internacional de Fotografia de Porto Alegre (FestFoto).

As imagens em preto e branco são resultado de 8 anos de viagens do fotógrafo em diferentes lugares do mundo.

Genesis
Data: até 12 de maio
Local: Usina do Gasômetro (Avenida Presidente João Goulart, 551, Porto Alegre)
Entrada gratuita

Comida de Rua

O evento que reúne comida boa com atividades culturais e muita música chega a sua 5ª edição e promete novidades.

A proposta idealizada pelo chef Rodrigo Paz é aproximar a população da boa culinária, com preços amigos, a última edição serviu de cuca a paella e fez muito sucesso.

A próxima edição está prevista para o dia 13/04 (domigo) e começa às 12h.
Mais informações aqui

mar 13, 2014
Tamy

Como cuidar do seu jeans

Ele nasceu por volta de 1850, quando um tal Levi Strauss vendia lonas para barracas e carroças para os garimpeiros que buscavam ouro no oeste dos EUA. Com o mercado saturado e muitas lonas encalhadas, ele resolveu fazer calças mais resistentes para trabalhar no garimpo e acabou um dos grandes clássicos da moda.

As modelagens e cores mudam, mas ele continua lá, soberano, preservando a fama de moderno e versátil. Hoje o jeans é usado em camisas, vestidos, acessórios e até objetos de decoração.


Apesar de ser resistente, o jeans precisa de alguns cuidados especiais para não ficar manchado ou encolher.

Você sabe cuidar do seu jeans?

• A primeira lavagem deve ser à mão e com água morna. Esqueça o sabão! A peça deve ficar de molho por cerca de 10 minutos e você deve mexer suavemente. Por que tudo isso? Na primeira lavagem seu jeans vai soltar tinta e sem estes cuidados a descoloração pode ser desigual e manchar a peça.

• Evite lavar com muita frequência, o ideal é deixar a peça em um lugar arejado após o uso.

• Seu jeans poderá encolher até a décima lavagem. Pense nisso na hora de escolher uma nova roupa e antes de fazer a bainha.

• Lave e passe a peça do avesso e cuidado com as aplicações de rebites ou bordados. Não misture com peças de outras cores, pois elas poderão ficar manchadas.

• Muito cuidado ao usar sabão para evitar manchas. Jamais use alvejante com cloro, caso alguma ocorra alguma mancha, prefira algum tipo de tratamento à base de oxigênio ou leve aos cuidados de um profissional.

http://www.derepentetamy.com/2013/08/23/inspiracao-jeans-com-jeans/

 

– – – –

Problemas com manchas? Confie no rosa! Para dicas de como manter suas roupas limpas acesse  Vanish É de Casa


mar 6, 2014
Tamy

Descubra a maneira correta de secar roupas

Cuidados na hora de secar as roupas podem aumentar a durabilidade das peças, evitando manchas e deformações. Aprenda o jeito certo de secar suas roupas.

• Evite o sol

A ação do sol degrada as fibras, deixa o tecido endurecido e pode encolher as peças. O ideal é secar à sombra em um local ventilado.

• Cuidado com os prendedores e grampos de roupa

Na pressa do dia-a-dia, muita gente acaba recolhendo as roupas e deixando os prendedores no varal. Aí vem a chuva e com ela a ferrugem que pode manchar aquela sua camisa novinha. Por isso é recomendável recolher os prendedores também.
Caso o estrago já esteja feito, você pode usar um alvejante à base de oxigênio para remover a mancha. Nunca utilize alvejante com cloro em roupas coloridas.

• Use cabides

Camisas e casacos podem ser pendurados em cabides, desta forma você economiza espaço e tempo, já que as peças secam mais rápido e amassam menos.

• Secagem na horizontal

Peças como tricôs, lãs e vestidos de festa podem deformar se ficarem pendurados por muito tempo, por isso elas devem secar na horizontal. Gosto de colocá-las em cima de um varal portátil, assim respiram dos dois lados e secam mais rápido.
Sempre observe a etiqueta das peças para descobrir a melhor forma de lavar e secar (este post ensina a decifrar a etiqueta).

• Esqueça a receita da vovó

Secar roupas com o ferro de passar, atrás da geladeira ou no forno pode danificar os fios e aumentar o gasto de energia elétrica. Se o tempo estiver úmido/frio, você pode acelerar o processo usando um ventilador.

– – – –

Problemas com manchas? Confie no rosa! Para dicas de como manter suas roupas limpas acesse  Vanish É de Casa


fev 6, 2014
Tamy

Dicas para organizar o armário, conservar as roupas e aproveitar melhor as peças

Não importa se é grande ou pequeno, todos tem um armário para as roupas e mantê-lo organizado ajuda na conservação e no aproveitamento das peças. Manter tudo em seu devido lugar não é uma tarefa fácil, mas ajuda a ter uma ideia dos looks possíveis e a exercitar a criatividade montando várias combinações com a mesma peça.

Confira alguns truques para manter o armário organizado:

1. Cabides iguais deixam o visual do armário mais leve e organizado. Use os modelos corretos para cada peça: os com grampos para saias, os de madeira para casacos e camisas sociais e os de veludo para vestidos e blusinhas. Utilizar um cabide por peça facilta na hora de encontrar uma roupa.

2. Caixas podem ser ótimas aliadas para peças menores, acessórios e itens que são pouco usados. Você pode guardar cintos, meias-calças e até vestidos de festa. Procure utilizar caixas do mesmo tamanho para que encaixem perfeitamente.

3. Colméias otimizam o espaço na gaveta de meias e de lingerie. São baratinhas e fáceis de adaptar ao tamanho do seu armário.

4. Lenços e cachecóis podem ser amarrados a um cabide, facilitando a visualização.

5. Sapatos precisam respirar! Depois de usá-los, espere algumas horas antes de guardar e não utilize sacos ou caixas plásticas sem ventilação que podem acabar em mofo. Não empilhe sapatos fora de caixas, pois eles podem deformar.
6. Camisetas podem ser guardadas em pilhas, enroladinhas ou em pé. Tudo depende da quantidade de peças que você tem. Se optar pela pilha de camisetas, lembre-se de retirar todas na hora de escolher, puxar uma peça do meio pode bagunçar as demais.
7. Muitas vezes temos acessórios que ficam guardados e esquecemos de usar. Um bom truque é usar ganchos auto-adesivos no armário. Isso ajudará a visualizar o acervo e certamente facilitará a escolha.

8. Separe as peças de verão e inverno. Lembre-se de sempre lavar as roupas antes de guardar por um longo período.

9. Pratique o desapego. Não adianta guardar um montão de roupas que não serão usadas. Doe, venda, troque. Coloque este armário em movimento! 🙂

10. Sacos a vácuo são excelentes para reduzir o volume das peças que não serão usadas por um longo período. Porém tecidos como seda, viscose, acetato e alguns tipos de poliéster podem ter suas fibras danificadas no processo. Algodão, linho e lã funcionam super bem com este tipo de processo.

– – –

Problemas com manchas? Confie no rosa! Para dicas de como manter suas roupas limpas acesse Vanish É de Casa


fev 3, 2014
Tamy

Verdade ou mentira: compras internacionais abaixo de 100 dólares não podem ser tributadas?

Um dos maiores medos de quem faz compras internacionais são as taxas. Sou fã deste tipo de compra e sempre deixei claro que a tributação é uma regra e mesmo a famosa questão do “valor abaixo de US$50” é muito específica e a encomenda pode ser tributada.

Já escrevi alguns posts sobre isso aqui no blog, leia:
 Tutorial Paypal + guia de taxas em compras internacionais
Taxas em encomendas internacionais. Fui taxada? Como pagar? Quanto pagar?

Nos últimos dias, surgiram alguns posts que foram amplamente divulgados como “a salvação das nossas comprinhas” ou “o “fim da exploração pelo governo“. Um dos links mais divulgados foi este.

Pesquisando sobre o assunto, verifiquei que algumas pessoas realmente conseguiram a isenção do imposto depois de entrarem com ação em Juizado Especial. Porém na prática o processo não é tão simples, mover uma ação e depositar o valor do tributo em juízo.

É verdade ou mentira?

É verdade, Richie e mais alguns casos ganharam a causa. Mas os títulos dos posts dão a entender que é simples, rápido e fácil.

O processo consiste basicamente em:

1. Fazer um Pedido de Revisão de Imposto;
2. Entrar com a ação no Juizado Especial de sua cidade (não é necessário um advogado);
3. Depositar em Juízo o valor do imposto (*);
4. Aguardar e torcer (o tempo varia com o tribunal de sua região, mas pode chegar a 1 ano).

Como os Correios estabelecem um prazo para retirada do objeto, pode ser feita a “Antecipação de Tutela”, onde você faz um depósito judicial do valor do tributo e poderá retirar o objeto. Porém o valor só será restituído ao final do processo, caso seja considerado que você tem razão.

Você pode perder e se perder, talvez tenha alguns valores a pagar, como a armazenagem nos Correios.

Se eu entrar com uma ação, vou ganhar?

Como eu sou uma simples designer, resolvi pedir ajuda a quem entende: o amigo, blogueiro e Juiz do Trabalho, Jorge Alberto Araujo que também é fã de Deal Extreme e compras internacionais.

Ele fez um post excelente em seu blog, Direito e Trabalho, que vocês podem ler na íntegra clicando aqui. Reproduzo a parte que responde a questão sobre ganhar ou não.

O decreto-lei, ao permitir à autoridade tributária dispor sobre isenção fixou um “limite” ou um “teto” desta isenção a bens de até 100 dólares, não um “piso”; ou seja estabeleceu que a autoridade poderia, até o valor de 100 dólares, dispor sobre a isenção do imposto; o que não implica que não fosse possível estabelecer um limite inferior. Ou até mesmo não estabelecer isenção alguma.

O mesmo ocorre no que diz respeito à disciplinação dos remetentes dos produtos. O decreto-lei referiu, ao autorizar a isenção de impostos, que esta isenção apenas poderia ocorrer no caso de os destinatários serem pessoas físicas. Nada dispôs sobre o remetente. Ou seja igualmente criou uma limitação no que diria respeito ao destinatário – não se poderia isentar se o destinatário fosse pessoa jurídica – mas nada impede que a autoridade tributária, dentro dos limites que lhe permitiria o Decreto-Lei, estabelecesse outras condições no que diz respeito ao remetente, como por exemplo, ser este também pessoa física.

Ou seja se vale o conselho seria: não se entusiasmar demais em relação à isenção de até 100,00 dólares, em especial no momento econômico atual do Brasil, em que há uma preocupação acerca da evasão de divisas.

Concluindo

A cautela continua sendo uma ótima aliada na hora de fazer compras, principalmente as internacionais. Antes de comprar o ideal é verificar o valor do produto com tributos (geralmente em torno de 60%) e refletir se ele vale a pena mesmo assim.

Páginas:«1234567...15»

publicidade

Histórico de posts